Como Conciliar Felicidade e Carreira Profissional?

Aurélien Osenda

Aurélien Osenda

Publicado dia 19/05/2020

Dedicamos um terço da nossa vida ao trabalho: no total, são 90 000 horas em média ao longo da vida (Harvard Business Review, 2016). Além do tempo passado no ambiente de trabalho, ocupamos uma boa parte do nosso tempo livre se questionando sobre a vida profissional em todos os seus aspectos: tarefas, pessoas, remuneração, futuro, propósito, etc. 

Ter uma vida feliz não pode ser um objetivo independente de encontrar felicidade no trabalho. Porém, essas duas noções não parecem ter nada em comum. Você já se perguntou de onde vem a palavra trabalho? Ela vem da palavra latina Tripalium, um instrumento de tortura. Partindo dessa definição, como imaginar alguém sendo feliz trabalhando? 

A felicidade e o trabalho são incompatíveis? 

Existem muitos tipos de trabalho diferentes, que não podem ser considerados da mesma forma. Alguns são incríveis: o famoso guia turístico Lonely Planet abriu uma vaga em 2019 pagando $10.000 por mês para percorrer os Estados Unidos em busca da melhor churrascaria do país. Ao contrário, outros empregos são de pura sobrevivência e não oferecem desenvolvimento pessoal nenhum. Mas, a imensa maioria dos empregos se situa entre esses dois extremos. 

O 5 motivos pela insatisfação profissional 

São inúmeras as fontes de infelicidade no trabalho e quem já foi funcionário de uma empresa passou por uma delas. Em 2014, a revista Psychology Today compilou várias pesquisas para definir os 5 principais motivos pela infelicidade profissional (Ronald Riggio, 2014). São, por ordem:

  • O salário baixo
  • A incerteza quanto à capacidade de manter o emprego
  • A falta de conexão humana 
  • A falta de sentido do trabalho 
  • O bullying e a falta de respeito por parte dos líderes e dos colegas

Além das fontes de insatisfação, o dado mais relevante deste estudo é a queda contínua da felicidade no trabalho desde 1980, atingindo o ponto mais baixo em 2010, logo após a crise dos subprimes.

A grande mudança da última década  

A década de 2010 representou uma forte mudança na vida dos homens. A urgência climática colocou a reflexão sobre o impacto humano no centro do debate político e social. Em paralelo, o desenvolvimento pessoal nunca foi tão valorizado: o surgimento frenético de frases motivacionais, o desenvolvimento da função de coach são meras ilustrações dessa tendência. O ser humano valoriza a sua vida como nunca antes, e quer trazer sentido à sua existência, além de conforto e bem-estar. 

Como conciliar as novas tendências com o ambiente profissional? 

Existem duas reações opostas que devemos evitar a qualquer custo: parar de tentar ser feliz, ou culpar o mundo inteiro e se isolar para nunca mais interagir com ninguém. As duas nos condenam: uma individualmente, outra socialmente. 

Para os indivíduos, a mudança já começou no ambiente de trabalho, independente do nível de responsabilidade: a mentalidade de equipe, os novos modelos de governança e de liderança nos aproximam.
Os empreendedores incluem a construção da cultura cada vez mais cedo no desenvolvimento do negócio, e as grandes empresas são cada vez mais responsabilizadas pelo impacto que geram.

Mas muito, muito mais pode ser feito.

Nas próximas semanas abordaremos a nossa visão sobre a construção da felicidade profissional. Já sabemos que felicidade pessoal e profissional não podem ser separadas, agora vamos te contar sobre o nosso propósito, a comunidade de empreendedores de impacto com quem trabalhamos e todas as iniciativas da Efetu.ação para participar desse esforço comum. Acompanhe!

Comentários

Artigos relacionados

Empreendedorismo

Qual o seu perfil empreendedor – Segundo visão de…

Porque reconhecer as abordagens? Este post tem o intuito de te ajudar com o primeiro […]

Ler conteúdo

Empreendedorismo

Da Vulnerabilidade à Confiança: Recompondo-se de Situações de Mudança…

Se você se sente vulnerável e pouco confiante em suas ações como empreendedor, saiba que você não está […]

Ler conteúdo

Empreendedorismo

O Mito da Grande Ideia

O que você está esperando para começar seu próximo negócio? A epifania de uma grande […]

Ler conteúdo

Ver todos